Clipes Gauchos

Grupo Quero Quero

Baile do Quero-Quero – Grupo Quero Quero

Baile do Quero-Quero – Grupo Quero Quero

    

IMDB: /10 Votos

 

Grupo Quero Quero – Sogra Gaudéria

Grupo Quero Quero – Sogra Gaudéria

    

IMDB: /10 Votos

LUA DE MEL NÃO SE LEVA A SOGRA EXPERIÊNCIA QUE TIVE NA MINHA TODAS AS NOITES ALEGAVA MEDO E DAVA UM JEITO DE DORMIR COM A FILHA SOGRA GAUDÉRIA, VELHA DANADA VOU DAR UM JEITO DE TE VER CASADA DURANTE O DIA ELA NÃO DAVA FOLGA ATÉ SESTEAR A VELHA IA JUNTO NÃO AGÜENTAVA MAIS TANTO SUFOCO QUASE QUE FAÇO ELA VIRAR DEFUNTO A MINHA SOGRA ERA UMA VIÚVA QUE AGÜENTAVA MAIS DE UMA PARADA CASEI A VELHA COM UM PEÃO MAIS NOVO E HOJE EM DIA ELA VIVE CANSADA DESSA MANEIRA RESOLVI O ...

Grupo Quero Quero – Gaiteiro Apaixonado

Grupo Quero Quero – Gaiteiro Apaixonado

Grupo Quero Quero - Gaiteiro Apaixonado Morena de olhar noturno, teu lindo corpo me embala Dançando neste fandango, tu é a mais linda da sala Sou gaiteiro apaixonado, te vejo e fico sem fala E arranco desta cordeona uma vaneira baguala Na estância onde eu trabalho, tranço corda e domo potro E hoje chego neste baile, te vendo dançar com outro Este meu peito gaudério fica igual a um campo aberto Eu sinto o galo anunciando que a madrugada vem perto Morena, linda morena Morena, linda morena Dizem que a noite ...

Diário de um Fronteiriço – Grupo Quero Quero

Diário de um Fronteiriço – Grupo Quero Quero

Diário de um Fronteiriço - Grupo Quero Quero Permisso, paysano, que eu venho judiado O sol na moleira, a vida campeira Batendo os costados Permisso, paysano, pra um mate cevado Que eu ando na estrada co'a vida encilhada Tocando o cavalo Sou da fronteira, me pilcho a capricho Potrada é de lei da lida que eu sei Aperto o serviço Meio gente, meio bicho Ninguém me maneia Loco das idéias, sou duro de queixo Um trago de canha, os amigos de fé O pinho afinado tocando milongas E algum chamamé Com a alma gaúcha e um ...

Baile nas Cabritas – Grupo Quero-Quero

Baile nas Cabritas – Grupo Quero-Quero

Baile nas Cabritas - Grupo Quero-Quero Logo de noite vou num baile nas cabritas Que eu sou chibeiro e tou com pilas na quaiaca Pra ver se aparto uma pinguancha bem bonita Pois me palpita que hoje eu caio na fuzarca Sou redomão porém depois de uma de canha Eu me acolhero com a chinoca mais crinuda Que eu tenho um jeito de cutuco na picanha Pra retouçar essas percantas carrancudas (dá-lhe gaiteiro e não te encolhe neste fole Porque depois que eu me emborracho eu quero achego E se me ...




Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 1.929 outros assinantes