Clipes Gauchos

Ita Cunha

Poema de Adeus Ita Cunha

Poema de Adeus Ita Cunha

    

IMDB: /10 Votos

Poema de Adeus Ita Cunha C Tem o brilho dos teus olhos Dm Este poema, meu amor Com a tinta do sangrador C Eu escrevi... G7 Cada gesto, cada cena de nós dois Dm7 ...

Madrugador | Ita Cunha

Madrugador | Ita Cunha

Madrugador | Ita Cunha Quando a manhã se rebolca no serenal do potreiro Clareando o pago fronteiro, cacho atado a Cantagalo Se o dia vem de a cavalo, luzindo o aço da espora Já me agarra campo à fora de armada pronta pra um pealoPelas ondas fogoneiras arrocinei meu destino Fui assim desde menino, sono escasso e madrugada E uma amplitude sagrada velando as noites serenas Que refletiam minhas penas do espelho das alvoradas E uma amplitude sagrada velando as noites serenas Que refletiam minhas penas do espelho das alvoradasSempre fui ...