Clipes Gauchos

Joca Martins

COM ALMAS IGUAIS – JOCA MARTINS, CÉSAR OLIVEIRA E ROGÉRIO MELO

COM ALMAS IGUAIS – JOCA MARTINS, CÉSAR OLIVEIRA E ROGÉRIO MELO

    

IMDB: /10 Votos

Eu venho do ventre da história e carrego no arreio A poeira das tropas e o sal do suor dos cavalos... Eu sei qual a rês que atropela ao olhar pro rodeio Que o tino de campo e a experiência me vêm de regalo Eu venho da estância jesuíta do gado franqueiro, Da infância da velha querência, levada a trompaço Do tempo que o lombo da terra não tinha potreiros E tudo o que nos disparasse voltava no laço Eu venho do ermo da pampa, das rondas campeiras, Das ...

Joca Martins “Entardecer”

Joca Martins “Entardecer”

    

IMDB: /10 Votos

Joca Martins "Entardecer" Um matiz caboclo Pinta o céu de vinho Pra morar sozinho Todo o pago é pouco Todo o céu se agita O horizonte é louco Num matiz caboclo De perder de vista Amada, Amada, Por viver sozinho Não me apego a nada O minuano rincha Nas estradas rubras Repontando as nuvens Pelo céu arriba O Sol poente arde Em sobrelombo à crista Quando Deus artista Vem pintar a tarde Amada, Amada, Por viver sozinho Não me apego a nada Um matiz de chumbo Predomina agora Vem chegando a hora De encontrar meu rumo Ao seu olhar lobuno Mais além do poente Onde vive ausente Meu sonhar reiúno Amada, Amada, Por viver sozinho Não ...

LIGA ESSE RÁDIO – JOCA MARTINS

LIGA ESSE RÁDIO – JOCA MARTINS

    

IMDB: /10 Votos

LIGA ESSE RÁDIO - JOCA MARTINS Nasci pra fora e me conservo na campanha, mas o silêncio não “me gusta” nem um pouco… Por isso mesmo é que esse rádio me acompanha, e eu, sem ele, já estaria quase louco! Eu sou bagual, mas “tô” por dentro das “notícia”… Levo o meu rádio nos “arreio” aonde eu for! Eu sei do tempo, dos “rodeio” e da polícia; e, quando posso, ligo para o locutor! Liga esse rádio! Liga esse rádio! Liga esse rádio e dá volume, meu irmão! Liga esse rádio! ...

NEM QUE O MUNDO VENHA ABAIXO – BAITACA E JOCA MARTINS

NEM QUE O MUNDO VENHA ABAIXO – BAITACA E JOCA MARTINS

NEM QUE O MUNDO VENHA ABAIXO - BAITACA E JOCA MARTINS Eu sou do campo donde o touro espicha o berro Lá onde a marca de ferro timbrou o tempo com brasa Eu não me entrego pra modismo e pra tendência E defendo esta querência porque ela é minha casa Não me despilcho, uso a indumentária inteira Porque essa onde estrangeira nunca roncou no meu bucho Sou missioneiro, não conheço o tal de medo Quando morrer vou azedo, mas azedo de gaúcho Me fiz no fogo, igual a um ...

Bem Arreglado – Joca Martins

Bem Arreglado – Joca Martins

Bem Arreglado - Joca Martins Eu sou cria do passado e trago o hoje nas veias De raça ordeira e pacata, mas que jamais cabresteia Da tradição não me aparto, mas gosto das novidades E sigo domando potros nas folgas da faculdade As mesmas mãos do teclado do novo computador São do bocal e das rédeas, do laço e do maneador As "guria" acham bem lindo e alguma até se apavora Quando eu apeio na praça de tirador e de espora. Tenho o segredo das luas pro pingo ser ...

Por Causa das Pilcha – Joca Martins

Por Causa das Pilcha – Joca Martins

Por Causa das Pilcha - Joca Martins - quer com "vodka ou com canha?" Me perguntou a bolicheira Quando me oitavei na copa Tranquilo pedindo um samba. - com canha, por obséquio, Já que a "plata" é uma escassez Me desculpe o desacato, É que sendo mais barato Quem sabe "tomemo" uns três - . A cordeona resmungava As morenas se cruzavam Vez por outra me bombeavam Por causa, assim, "da minhas pilcha". A rastra e a bota igual Lenço de seda encarnado O pala branco oriental Sobre o jaleco bordado Camisa meio social De um negror acetinado Bombacha gris ...

Joca Martins – Eu Sou Bagual

Joca Martins – Eu Sou Bagual

Joca Martins - Eu Sou Bagual Santana, minha Santana Do potro de cacho atado Quando cruzo no Barreto Pra golpeá um vinho gelado Santana, minha Santana Santana do batuvão Do artesanato gaúcho Que povoa o calçadão Eu sou bagual Eu sou bagual! Nasci no meio do campo Dentro de um cocho de sal Santana, minha Santana Do cerro lá de Palomas Dos barbado que se assanham Quando as moça perdem a doma Santana, minha Santana Do Pinga e do Momoso Da pensão “Duas fronteiras” Que ali já busquei pouso Santana, minha Santana Da cordeona abagualada Do Leonel e do Cardoso Que são baguais pela ...

A Delicada – Joca Martins e Juliana Spanevello

A Delicada – Joca Martins e Juliana Spanevello

A Delicada - Joca Martins e Juliana Spanevello Me chamam "a delicada", Em que eu sou milonga de agora. B7 Não durmo sobre os arreios ...

Catedral – Joca Martins

Catedral – Joca Martins

Catedral - Joca Martins Também - de pedra - meu cantar não se termina Caído ao solo beijo a terra e escrevo a sina Terra vermelha é minha cor no arrebol Pois tenho sol no sangue em paz que me ilumina. Também, de bronze, estou de joelhos catedral No pedestal que cala os sinos, faço prece Quem não merece - a terra em si - terá perdão Pois gratidão a vida tem e nunca esquece Seguem aqui ruinas índias e horizontes, Bebendo a fonte do silêncio natural Senti teu cheiro, mãe ...

Pandeiro, Lua Redonda – Joca Martins e Juliana Spanevello

Pandeiro, Lua Redonda – Joca Martins e Juliana Spanevello

Pandeiro, Lua Redonda - Joca Martins e Juliana Spanevello Pandeiro, Lua Redonda - Joca Martins e Juliana Spanevello, Composição de Gujo Teixeira e Juliano Gomes que integra o Álbum "Folclore&Cantoria", álbum que registra o dueto de Joca Martins e Juliana Spanevello Composição de Gujo Teixeira e Juliano Gomes que integra o Álbum "Folclore&Cantoria", álbum que registra o dueto de Joca Martins e Juliana Spanevello, dois artistas da música regional gaúcha. Saiba mais em www.folcloreecantoria.com.br Ficha Técnica: Pandeiro, Lua Redonda (Chamarra) Letra: Gujo Teixeira ...