Clipes Gauchos

Jorge Guedes

Jorge Guedes e Família – Rio Grande no Coração

Jorge Guedes e Família – Rio Grande no Coração

Jorge Guedes e Família - Rio Grande no Coração Antes que o primeiro galo Cante no angico do oitão Bombeio um sangradorzito Pingar graxa no tição Dou de mão numa oito soco E enquanto o sol não levanta Um lote de marca antiga Relincha na m’ia garganta Maula que se escarrapacha Corcoveando campo fora Eu faço trocar de ponta E depois levanto na espora Pra defender um parceiro Dobrei muito touro a pealo E pra honrar o nome que tenho Eu nunca maltratei cavalo Caso cruze num ranchito Onde tem gaita se guasqueando Fico igual bagual na estaca Que passa ...

JORGE GUEDES, GILBERTO MONTEIRO e GRUPO MISSÕES – Fandango na fronteira

JORGE GUEDES, GILBERTO MONTEIRO e GRUPO MISSÕES – Fandango na fronteira

JORGE GUEDES, GILBERTO MONTEIRO e GRUPO MISSÕES - Fandango na fronteira Vou te contar bem direitinho de um fandango na fronteira Vanerão se dança xote, também se dança rancheira Os gaúchos são valentes, e as chinocas são faceiras E os índios tinem a espora no balanço da vaneira Esse fandango que eu falo é na fronteira do estado Primeira estância da querência, no rio grande é o mais falado E é dos pagos missioneiros a catedral xucra do pago Pra se dançar na fronteira o salão sempre é ...

Batendo Chicaca – Jorge Guedes e Familia

Batendo Chicaca – Jorge Guedes e Familia

Batendo Chicaca - Jorge Guedes e Familia Esta gaita que carrego No momento quando pego, faço um fandango esquentar Por onde tenho passado O salão sempre lotado ninguém para pra de dançar Entre missões e fronteira Quando eu toco esta vénera costeando o rio Uruguai Minha alma bugra se entona E pega fogo na cordeona quando eu solto um Sapucaí Oiga-te bochincho Bueno A cachaça no sereno escondida na macega E um gole de quando em quando Meio borracho bailando até que a noite se entrega. Saio batendo chicaca Mango enroscado na faca desconfiado ...

Mate de Anteontem – Jorge Guedes e Familia

Mate de Anteontem – Jorge Guedes e Familia

Mate de Anteontem - Jorge Guedes e Familia Eu quero um mate que mate a saudade De quando a amizade nos tornava iguais E havia o respeito e a cordialidade Daqueles tempos que não voltam maisEu quero um mate que mate a saudade Dos bons conselhos que um dia aprendi Onde se honrava a palavra dita Lição bonita que nunca esqueci!Eu quero um mate que mate a saudade Do romantismo que o amor reparte Eu quero um mate que mate o desejo De roubar um beijo na bomba do mate!Eu ...

Jorge Guedes e Família – Gaúcho Velho

Jorge Guedes e Família – Gaúcho Velho

Jorge Guedes e Família - Gaúcho Velho Esse fundão de campanha Onde ele inverna a existência É a coordenada do mundo Que ele escolheu por querência! Nela, cresceu, ficou moço Retemperado no ofício Pra muitos é um fim de mundo Mas para ele, é o início! Dizem que o tempo é passado Que foi ficando na estrada E que o gaúcho só existe Nas fotos amareladas Por isso, de vez em quando Se arruma e vai pra cidade E afirma, com a sua estampa Que ainda não é verdade! Aquele gaúcho velho Num tordilho, enforquilhado É o espírito gaudério Que ...

Jorge Guedes – Lida de Costeiro

Jorge Guedes – Lida de Costeiro

Jorge Guedes - Lida de Costeiro Nesta lida de costeiro se trabalha o tempo inteiro até que o dia termina Quando chega a tardinha na canoa vem farinha e dê-lhe chibo da argentina Lá, vendo, quase de graça meio barril de cachaça e cinco latas de melado Escapo à gendarmeria num pé me mando à la cria e venho rir cá do outro lado (Trago azeite, trago graxa e na algibeira da bombacha caramelo pros guris Venho com as idéias aflitas pra trazer a mercedita pra ...

Jorge Guedes – Nego Betão

Jorge Guedes – Nego Betão

Jorge Guedes - Nego Betão La vai o nego betão com aperos de couro cru mais gallo que o tiarajú num gateado marchador... pois já nasceu campeador e é daqueles meu irmão que sai dando co'as duas mão num bicho corcoveador Gauchão da velha templa que o tempo não engoliu uma bugra lhe pariu bem na costa de um lenheiro... guarda o feitiço galponeiro de centauro deste chão que envelheceu na amplidão lidando com caborteiro Lá vem o nego betão que china e bala não popa mais taura que um rei no trono chapéu tapeado na copa abrindo o peito estrada ...

Bagual de Corredor – Jorge Guedes

Bagual de Corredor – Jorge Guedes

Bagual de Corredor - Jorge Guedes Dá licença companheiro que o bagual vai dá um relincho Mais xucro que touro alçado mais arisco que capincho Vim no mundo por engano não sei que jeito maneira Criado a leite de égua que nem burro pra carreira Igual pastor de manada, gaudério e namorador Arrinconado no cambicho nas tiangas de corredor Eu levo a vida no tapa e a sorte vem de arrepio Passo o tempo gauderiando na terra que me pariu Só não quero ajojamento gosto de andar sozinho Sem sirigote ...