Clipes Gauchos

Leonel Gomez

Fronteiro de Alma e Pampa – Luiz Marenco e Leonel Gomez

Fronteiro de Alma e Pampa – Luiz Marenco e Leonel Gomez

    

IMDB: /10 Votos

Me chega um cantar de galo, na pampa Por taura o pingo encilhado, de cacho quebrado pra torear a vida Branqueia outra geada no campo no corpo, tenho o bichará Que me aquecerá, até empeçar a lida Me largo então ao tranco, do pingo E ouço o rangido de bastos que ao bater de cascos, se faz melodia Vou talariando ao tranco pra o campo guapeando na sina potreada De colear madrugadas e cinchar novo dia Sim, assim sou feliz na estância Torena com a aragem no rosto, do ...

Florão de Chinoca | Leonel Gomez

Florão de Chinoca | Leonel Gomez

    

IMDB: /10 Votos

Floreando a guitarra invoco a cigarra nas cordas em flor Seguindo este embalo te fiz de regalo uns versos de amor Chinoca bonita com ares de Anita, florão de donzela Se bela é a lua, tu és a xirua mais linda que ela Morena lindaça, pois tu tens a graça da rosa em botão Por esta paisana senti a picana no meu coração Olhando a boieira, estrela campeira, teus olhos eu vejo Pra esta chinita eu trago a estrellita em troca de um beijo Por esta chinoca eu ...

Cantores de Bota e Bombacha com: Leonel Gomes

Cantores de Bota e Bombacha com: Leonel Gomes

    

IMDB: /10 Votos

Leonel Gomez “Fronteiriando” Com quase 30 anos de carreira na música regional gaúcha o acordeonista recebeu a reportagem do Jornal A Plateia para falar sobre a sua trajetória e o novo CD que chega ao mercado   Cantores de Bota e Bombacha com: Leonel Gomes

Romance Musiqueiro – Leonel Gomez

Romance Musiqueiro – Leonel Gomez

Romance Musiqueiro - Leonel Gomez Canta, canta a voz do musiqueiro num rancho de santa-fé Lume, a peiteira do preparo no rosilho pangaré Branca, a bombacha de dois panos que pra o baile acomodei Uma faixa e um pala colorado que no ombro descansei Trago um raio de lua no cabo da minh prateada E uma flor pra uma morena no meu jaleco bordada Na estampa de vaqueano trago serena mirada E o negaceio na dança topador da madrugada Chora, a cordeona três ilheiras num rasguido bem marcado Dança, o ...

Clavada – Leonel Gomez e Edilberto Bérgamo

Clavada – Leonel Gomez e Edilberto Bérgamo

Clavada - Leonel Gomez e Edilberto Bérgamo Se golpeio outro trago E a tava dá volta e meia Já o coimero me bombeia E aperta a sorte na cancha Cinco pila o mesmo trago Que a tarde desmancha o velo Num tranco de quero-quero Outra clavada ali se arrancha Arrodeio de calavera Donde a lei é respeitada E uma tava bem ferrada É o destino de quem joga Porque um tiro que se lança Jamais dá volta pra mão E se é culo meu irmão Teus troco ficaram à sóga Volta clavada que sorte, sorte clavada Que volta, ...

Leonel Gomez – Calavera

Leonel Gomez – Calavera

https://www.youtube.com/watch?v=YyWJxES6gn8 Leonel Gomez - Calavera A adaga no rumo certo Donde pulsa o sangrador Não há espaço pra dor E a sangria se apresenta No calor rubro que aquenta O grito do desaforo Que a honra de um índio touro Na prateada se sustenta! Calavera! Foi o grito No ranchito de má fama Dos pingo atado nas trama Ficou uma baia lunanca Com o poncho por riba d'anca Que muito serviu de abrigo Pra o maula que foi ferido De morte, por arma branca! Comércio de tava e truco Canha branca e china pobre A donde se jogam uns cobre Toreando ...

Leonel Gomez e Edilberto Bergamo – Da Minha Cordeona Pra Tua

Leonel Gomez e Edilberto Bergamo – Da Minha Cordeona Pra Tua

Leonel Gomez e Edilberto Bergamo  - Da Minha Cordeona Pra Tua Cordeona que embala o silêncio num rancho de campo Golpeada por mão calejada de um velho estradear Debocha num mesmo resmungo que a noite atropela E benze com a poeira que brota de cada lugar Cordeona que invade querências e ranchos de campo Bandeia fronteiras hermanas de pampa e cantar Reponta a voz castelhana com a brasa na alma E mescla o tino mais xucro pra um taura escutar A minha cordeona e a tua, idioma charrua Que ao ...

Acalambrado – Leonel Gomez

Acalambrado – Leonel Gomez

Acalambrado - Leonel Gomez O brazino rompe o laço Que já vinha com três tentos, E um outro corta o espaço No rumo, que é um pensamento... Na cincha toda a perícia, No golpe todo o cuidado; De que sabe busca a volta Das voltas do acalambrado... Coloreia a vista o brazino Berra de alma agachada, Firme raiz de querência Nas quatro patas estaquiadas... Se veio d'outra invernada Ponta de vaca, enlotado Agora parou rodeio. Junto ao molho, acalambrado... Garrão de touro sangrando Na fúria da cachorrada... Cincha e trança de laço Brazão de pampa, a mirada! Saca de pronto, paysano Ponta ...

Amor Gastado – Leonel Gomez

Amor Gastado – Leonel Gomez

Amor Gastado - Leonel Gomez A donde carinho, Guardaste os carinhos que me prometeu? E do amor que tu tinhas, Não quero ilusão, Pois teu coração, de mim se esqueceu. Talvez o culpado deste amor gastado Até seja eu... De tantos regalos, Assim a entrega-los... Busquei nosso adeus! Te lembra da égua mimosa bragada Que pelo cabresto tu tanto gostou. Entreguei rucina, bem mansa e domada, Na linda bragada teu selim sentou. E o pala encarnado de trama argentina Na mão do mascate entreguei um platal. Comprei o vestido da chita mais fina e com as alpargatas te ...

Namoro de Corvo – Leonel Gomez

Namoro de Corvo – Leonel Gomez

Namoro de Corvo - Leonel Gomez Num cerrito descarnado Peral de pedra e de tuna Clareado de blanca luna A moldura rendondada No arrancar da madrugada Se enchergava uma figura Lá no topo das alturas Negra estampa apaixonada O verde pasto da pampa Pelo sereno molhado E o casal apaixonado Nas noites de primavera Estar assim quem me dera Cobiça e de relancina Pensando na triste sina Do meu coração tapera (refrão) Bombeava bombeava o corvo pra corva E ela com ar de morrona Retinta como a cambona Floreava o bico nas pena E o corvo véio torena Vaqueano e coperativa Largou uma asa ...