Clipes Gauchos

Leopoldo Rassier

Leopoldo Rassier – Näo podemo se entrega pros home

Leopoldo Rassier – Näo podemo se entrega pros home

    

IMDB: /10 Votos

O gaúcho desde piá vai aprendendo A ser valente não ter medo ter coragem Em manotaços dos tempos e em bochinchos Retempera e moldura a sua imagem (Não podemos se entregar pros home Mas de jeito nenhum amigo e companheiro Não tá morto quem luta e quem peleia Pois lutar é a marca do campeiro) Com lança cavalo e no peitaço Foi implantada a fronteira deste chão Toscas cruzes solitárias nas coxilhas A relembrar a valentia de tanto irmão E apesar dos bons cavalos e dos arreios De façanhas garruchas carreiradas E a lo ...

Leopoldo Rassier – Näo podemo se entrega pros home

Leopoldo Rassier – Näo podemo se entrega pros home

Leopoldo Rassier - Näo podemo se entrega pros home O gaúcho desde piá vai aprendendo A ser valente não ter medo ter coragem Em manotaços dos tempos e em bochinchos Retempera e moldura a sua imagem (Não podemos se entregar pros home Mas de jeito nenhum amigo e companheiro Não tá morto quem luta e quem peleia Pois lutar é a marca do campeiro) Com lança cavalo e no peitaço Foi implantada a fronteira deste chão Toscas cruzes solitárias nas coxilhas A relembrar a valentia de tanto irmão E apesar dos bons cavalos ...

Leopoldo Rassier e os Mirins – Não podemo se entregá pros homem

Leopoldo Rassier e os Mirins – Não podemo se entregá pros homem

Leopoldo Rassier e os Mirins - Não podemo se entregá pros homem O gaúcho desde piá vai aprendendo A ser valente não ter medo ter coragem Em manotaços dos tempos e em bochinchos Retempera e moldura a sua imagem (Não podemos se entregar pros home Mas de jeito nenhum amigo e companheiroNão tá morto quem luta e quem peleiaPois lutar é a marca do campeiro) Com lança cavalo e no peitaçoFoi implantada a fronteira deste chãoToscas cruzes solitárias nas coxilhasA relembrar a valentia de tanto irmão E apesar ...

Leopoldo Rassier – Última Lembrança

Leopoldo Rassier – Última Lembrança

Leopoldo Rassier - Última Lembrança Eu hei de amar-te sempre, sempre além da vida Eu hei de amar-te muito além do nosso adeus Eu hei de amar-te com a esperança já extinguida De que meus lábios possam ter os lábios teus Quando eu morrer permita Deus que nesta hora Ouças ao longe o cantar da cotovia Será minh'alma que num canto triste chora E nessa mágoa o teu nome pronuncia (Eu viverei eternamente nos cantares Dos pobres loucos que dos versos fazem o ninho Eu viverei para a glória dos pesares Onde ...

Leopoldo Rassier – Sabe Moço

Leopoldo Rassier – Sabe Moço

Leopoldo Rassier - Sabe Moço Sabe, moço Que no meio do alvoroço Tive um lenço no pescoço Que foi bandeira pra mim Que andei em mil peléias Em lutas brutas e feias Desde o começo até o fim Sabe, moço Depois das revoluções Vi esbanjarem brasões Pra caudilhos coronéis Vi cintilarem anéis Assinatura em papéis Honrarias para heróis É duro, moço Olhar agora pra história E ver páginas de glórias E retratos de imortais Sabe, moço Fui guerreiro como tantos Que andaram nos quatro cantos Sempre seguindo um clarim E o que restou? Ah, sim! No peito em vez de medalhas Cicatrizes de batalhas Foi o que ...