Clipes Gauchos

Luiz Carlos Borges

Documentário – Luiz Carlos Borges

Documentário – Luiz Carlos Borges

Documentário - Luiz Carlos Borges É considerado um dos principais nomes da música regional do Rio Grande do Sul. Participou e venceu diversos festivais. Atuou, também, como jurado, idealizador e organizador do Musicanto Sul-Americano de nativismo na cidade de Santa Rosa. Músico desde os sete anos de idade, iniciou sua carreira no conjunto Irmãos Borges, na sua cidade natal. Mais tarde quando estudante universitário em Santa Maria - RS, iniciou sua carreira solo a partir do sucesso com a composição Tropa de Osso, premiada na 9ª edição da Califórnia ...

Mauro Ferreira e Luiz Carlos Borges – ERA UMA VEZ O QUE SE VIU

Mauro Ferreira e Luiz Carlos Borges – ERA UMA VEZ O QUE SE VIU

Mauro Ferreira e Luiz Carlos Borges - ERA UMA VEZ O QUE SE VIU O homem fez e a terra viu e a terra pôs-se a esperar o homem riu com altivez mudando tudo de lugar virando a terra por virar sangrande a vida com seu fio e a terra foi parar no rio e o rio levou tudo pro mar o homem fez por desafio vestiu o tom da rispidez e em pouco tempo ele desfez a vez que a terra construiu com paciência milenar de tempo e sol e insensatez e a terra ...

Missioneira – Luiz Carlos Borges

Missioneira – Luiz Carlos Borges

Missioneira - Luiz Carlos Borges Eu pela noite negra dos teus cabelos Tu acendendo estrelas pra me guiar Eu procurando a chave dos teus segredos Tu apagando o rastro do teu olhar Pra que rincões a vida levou teus passos Flor das missões que vive nos sonhos meusComo entender que um dia estando em meus braçosCom luz de sol me sorriuE com uma voz de rio disse adeus E é este amor que me traz assimPeregrino em busca do teu quererE é minha dor que jamais tem ...

Luiz Carlos Borges – Entrevista Programa Encuentro en el Estudio

Luiz Carlos Borges – Entrevista Programa Encuentro en el Estudio

Luiz Carlos Borges - Entrevista Programa Encuentro en el Estudio Lalo Mir recebe nos estudos Ion muitas das figuras representativas da cena musical de Argentina e Sul Americanas. O ciclo fornece a história essencial de artistas, reflete a identidade de tempo e aponta acordes e melodias. Cada programa inclui um concerto intimista e descontraído, gravado em vídeo de alta definição e excelente qualidade de imagem e som. Músicos de todos os gêneros são convidados para entrevistas neste memorial cultural que é ...

Luiz Carlos Borges – Retrato de un Pescador

Luiz Carlos Borges – Retrato de un Pescador

Luiz Carlos Borges - Retrato de un pescador Cabellera de betún MI6 Y dientes de palo santo La boca como un quebranto                    SI7 Y piel de pira-guazú                  MI Lamento de urutaú Su voz es como una queja Del río trae la leyenda De algún perdido pacú ESTRIBILLO Pescador del río bravo MI               SI7 Canoero, canoero     LA      MI Nacido entre los sauzales                     SI7 A orillitas del Paraná      LA      SI7    MI (Idem a la anterior) Tomador de mate amargo A la lumbre del lucero Hace noche sobre el agua Y defiende su libertad Partir, reír, hogar, soñar MI       SI7    LA     MI Un cigarrito en el andar         SI7          MI Y una coplita pa ésperar El alba que ha de llegar Luiz Carlos Borges - Retrato de un pescador

LUIZ CARLOS BORGES – CORAÇÃO DE GAITEIRO

LUIZ CARLOS BORGES – CORAÇÃO DE GAITEIRO

LUIZ CARLOS BORGES - CORAÇÃO DE GAITEIRO Me despedi sem palavras Da missioneira paisagem Nas barras da madrugada Em que abandonei meus demais O coração de gaiteiro Já tinha alçado viagem A tempo andava na estrada E agora eu ia de atrás A velha são luiz gonzaga Ficou na luz das retinas Quando eu entrei na argentina De balsa por são tomé E um "rendarme" me perguntou O que levava? E "yo" lhe disse: A alma atada na gaita E a vida num chamamé! Guri que nasce gaiteiro Não manda no seu destino Vem ao mundo peregrino Dos sonhos do pago ...

Luiz Carlos Borges – O Revórve do Tropeiro

Luiz Carlos Borges – O Revórve do Tropeiro

Luiz Carlos Borges - O revórve do tropeiro Seu delegado vim trazer meu "revorvinho" Que eu ganhei do meu padrinho quando me tornei rapaz E a trinta anos mora na minha cintura Escorando a lida dura de tropeiro e capataz Esse "revorve" nessas volta do destino Já salvou muito teatino de apanhar sem merecer Botou respeito sem precisar falar grosso Com ele muito alvoroço não deixei acontecer Mas deu no rádio que ninguém pode andar armado E no rumo do povoado vim tirando a conclusão Que fiquei louco ou não entendi ...

O Mouro e o Freio de Ouro – Mauro Ferreira e Luiz Carlos Borges

O Mouro e o Freio de Ouro – Mauro Ferreira e Luiz Carlos Borges

O Mouro e o Freio de Ouro - Mauro Ferreira e Luiz Carlos Borges Um dia desses eu tava carneando um touro Fazendo um charque bem forte e lonqueando couro Quando anunciaram no rádio o Freio de Ouro E eu fui no fundo do campo e volteei meu mouro Deixei posar de mangueira e tosei volteado Ficou com pose de pingo de delegado Então eu pensei comigo, bem entonado Segunda feira nós dois tamo consagrado! Botei o freio com palmo e meio de perna Senão o meu mouro enquexa e ...

Baile de Fronteira – Luiz Carlos Borges

Baile de Fronteira – Luiz Carlos Borges

Baile de Fronteira - Luiz Carlos Borges É num baile de fronteira Que a gente pode aprender Esse balanço safado De se dançar chamamé Tem que ter manha no corpo Pra sapatear tem que ter Tranco de sapo baleado E jeitão de jaguaretê Tudo começou em Corrientes Num baile, veja você Também se orelhava um truco Que é um modo de se entreter Um ás que sobrou na mesa Bastou pra coisa ferver E a cachaça brasileira Alguma culpa há de ter Se foi tiro ou cimbronaço Pago pra ver Deixa que venha no braço Pra se entender Se o facão ...

Caçapavana – Luiz Carlos Borges

Caçapavana – Luiz Carlos Borges

Caçapavana - Luiz Carlos Borges Esse Meu Jeito De Fronteiriço, Foi O Serviço Que Deu Prá Mim Jeito De Taura Que Foi Tropeiro Naqueles Cerros Lá Donde Eu Vim A Minha Alma De Sombra Larga Rincão De Tala E Flor De Alecrim Herdei Das Tardes De Porcelana Nas Ressolanas Do Mês De Abril Bis quando A Tristeza Fez Silhueta Dei Mais Gambetas Que Um Graxaim Mas A Saudade Me Deu Um Pealo E Parou O Cavalo Prá Ver Cair E A Emoção De Campeiro Rude Enquanto Pude Guardei Prá Mim Botei Prá Fora Naquela Hora Que ...