Clipes Gauchos

Miro Saldanha

Miro Saldanha – Meu Verso

Miro Saldanha – Meu Verso

    

IMDB: /10 Votos

Eu aprendi a cantar versos Na solidão dos caminhos Trouxe a sina dos sozinhos De quem já nasceu teatino E o meu canto peregrino Meu companheiro de infância Ia encurtando as distâncias Pra chegar ao meu destino. Meu verso fala de apelo, Como uma mão estendida Meu verso fala de vida Por ser contrário à matança De um povo de alma criança Que ama a paz, não a guerra Mas que, ao chamado da Terra, Morre abraçado na lança (E já que, mesmo sem guerra, Não vou ficar pra semente Quero uma cruz e uma campa Bem perto da ...

Miro Saldanha – Pilares

Miro Saldanha – Pilares

    

IMDB: /10 Votos

Miro Saldanha - Pilares Senhor dos céus e da terra, fonte do afeto mais puro Perdão, se só te procuro quando me encontro em desgraça Mas, reconduz nossa raça aos padrões do inicio Para que o teu sacrifício não tenha sido de graça." Pai, vim conhecer tua morada, me renovar na tua proteção Vim seguindo os teus passos pela estrada Com a alma no olhar, chapéu na mão Meu sangue tem o sangue dos caudilhos Meu mundo foi o lombo de um cavalo Mas esse mundo novo é o dos ...




Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 1.932 outros assinantes