Clipes Gauchos

OsTiranos

Quando Me Espaio Num Chamamé – Os Tiranos

Quando Me Espaio Num Chamamé – Os Tiranos

    

IMDB: /10 Votos

Quando Me Espaio Num Chamamé - Os Tiranos O conjunto OS TIRANOS, foi fundado em abril de 1990 na cidade da São Francisco de Paula, RS, onde nasceu de muita dedicação, trabalho e estudo da música por parte dos irmãos Ângelo e Ricardo Marques, proprietários do conjunto. Em 1991, com o apoio do Dr. Edson Dutra (conjunto Os Serranos), gravamos nosso primeiro disco em vinil, "Marca Serrana" pela gravadora RGE. A partir deste trabalho, o conjunto passou a ser conhecido dentro do ...

Os Tiranos – São Francisco é Terra Boa

Os Tiranos – São Francisco é Terra Boa

    

IMDB: /10 Votos

Os Tiranos - São Francisco é Terra Boa Com licença meu senhor vou falar da minha terra Vou contar de São Francisco dos campos de cima da serra Eu sou filho daqueles pagos terra boa e sem luxo É o coração serrano no Rio Grande o mais gaúcho São Francisco é terra boa gente forte e hospitaleiraTodo serrano é pachola e a serrana é faceiraMuito gado na coxilha no bolso muito dinheiroPrá cantar de improviso serrano não tem parceiro São Francisco é um município entre os ...

De Alma Lanhada – Os Tiranos

De Alma Lanhada – Os Tiranos

De Alma Lanhada - Os Tiranos Hoje eu aprumei o corpo pra encilhar um fandango Bueno de bota garrão de potro pra o mundo ficar pequeno. Quero campear namoro com jeitão bem da campanha desses de esticar o couro aquerenciado na manha Me solta que eu sou gaitero um tranco véio cuiudo que eu vou quartiando tambeiro esse baile macanudo (bis) Já tenho a alma lanhada a entrevero e bochicho, vou golpeando pros dois lados grudado igual carrapicho. Desde guri esperneio ate afrouxar o garrão ...

Num Baile Gaucho – Os Tiranos

Num Baile Gaucho – Os Tiranos

Num Baile Gaucho - Os Tiranos De novo anunciaram fandango no povo To indo de novo pois é divertido Cordeona cantando, palheta de aço Gaiteiro e gaitaço fazendo alarido. Boleio a perna a minha maneira E uma vanera me chama a bailar Gaiteiro suando, galpão bem lotado A china do agrado é sempre meu par. Num baile gaucho o rio grande aparece E a gente esquece as peleias da lida Cordeona, gaiteiro parem um só Corcoveando sem dó embalando a vida. Embalo esta noite grudando no peito Aninhando com jeito a guria faceira Lá fora ...