Clipes Gauchos

Pedro Ortaça

Pedro Ortaça – Ressurreição

Pedro Ortaça – Ressurreição

    

IMDB: /10 Votos

Pedro Ortaça - Ressurreição Eu nasci gaúcho na beira do rio Sou raiz de terra templada no frio Fui Bento Gonçalves que com alma guapa Um dia incendiou esta terra Farrapa David Canabarro ainda vive em mim Renasço das cinzas se escuto um clarim Fabriquei lanchões nalgum arrabalde E nas ondas do mar já fui Garibaldi Com Gomes Jardim, Souza Netto e Portinho Andei por dez anos peleando sozinho Estive em Porongos, sou Piratini Fui lanceiro negro e chefe Guarani Minha prenda amada que ficou solita Passou mil rigores, se chamava Anita Guardei na retina ...

Companheira – Pedro Ortaça

Companheira – Pedro Ortaça

Companheira - Pedro Ortaça Flor gaúcha, alma da querência Companheira de muitas caminhadas Fibra de mulher, doce paciência Das sangas cruzando as canhadas Companheira, Companheira Que eu sonhei desde guri Aroma de flor silverstre Hyakuã-porã ivoti No jeito belo de servir o mate No gesto firme diante as incertezas Quanto apoio no mais duro embate Quantos carinhos p'ra matar tristezas Companheira, Companheira Que eu sonhei desde guri Aroma de flor silverstre Hyakuã-porã ivoti Vamos mateando nossas alegrias Veja que lindos filhos que criamos Aquecendo o nosso amor todos os dias São seivas puras dos mates que sevamos Companheira, Companheira Que eu sonhei ...

Documentário – Pedro Ortaça – Especial Quilombo das Luzia

Documentário – Pedro Ortaça – Especial Quilombo das Luzia

Documentário - Pedro Ortaça - Especial Quilombo das Luzia De além mar vieram os negros africanos para o Brasil. Não por vontade própria. Vieram como escravos. Pelearam em guerras e revoluções, para defender uma pátria que nem sua era. Inclusive o Rio Grande do Sul. Espalharam a sua cultura por todo este continente. Na vila 13, nas missões, também existia um quilombo... Das Luzia... Que era bem assim... Raça negra dominando na vila 13 vivia Carvão na pele curtida Brasa no olho que ardia E a liberdade ...

Pedro Ortaça – Galo Missioneiro

Pedro Ortaça – Galo Missioneiro

Pedro Ortaça - Galo Missioneiro Eu já cantei nas cabritas Sacudi os guabijus Dancei com changa garrasquita Escapei de sururu Desatei tope de fita Tirei caroço de angu Sem nunca perder de vista O velho estilo xiru O meu canto eu justifico Nanando china bonita Nas bailantas onde fico Olhando as flores das chitas Não topo banca de rico Sou mais arteiro que artista Porem onde eu abro o bico Outro galo abaixa a crista Por isso trago do Jaime As bandeiras e os cavalos do Aparício Rio Grande neste Meu timbre de galo Eu tenho faixa no cós Duma bombacha baguala E ...

Pedro Ortaça – Guasca

Pedro Ortaça – Guasca

Pedro Ortaça - Guasca Eu nunca pedi bexiga pra patrão ou pra milico Por isso ninguém me obriga a ser pelego ou pinico Não choro por rapariga nem tiro chapéu pra rico E onde a gaita choraminga eu levo a vida no bico Jamais arrotei grandeza pois fortuna não me encanta Porque a minha riqueza Deus já me deu na garganta Sou mais um que vira a mesa e faz chover quando canta Pois pra pelear com a tristeza a minha voz se levanta Sou do Rio Grande do ...

Meu Canto a Cruz Missioneira – Pedro Ortaça

Meu Canto a Cruz Missioneira – Pedro Ortaça

Meu canto a Cruz Missioneira - Pedro Ortaça Quem tem a cruz missionera plantada dentro do peito Tem dois braços pelo esquerdo, dois braços pelo direito Ama sempre em dose dupla e exige duplo respeito   Ensino assim pros meus filhos porque aprendi desse jeito Quem usa leva a historia dessas missões ancestrais Dos guarani que rema bronze nos tempos do nunca mais Ressucitados nos sinos das torres das catedrais   Que forma rumo e cantiga no sangue de nossos pais. Desenterrada no tempo lá do chão de São Lourenço Essa cruz ...

Trovador negro-Pedro Ortaça

Trovador negro-Pedro Ortaça

Trovador negro-Pedro Ortaça (Negro de sorriso claro, como sinuelo de pampa, Que sintetizas na estampa longínquas reminiscências Negro que lembras dolências de alegrias e tristezas Que andaram nas correntezas dos rios de muitas querências) Essa cordeona que abraças com ciumenta intimidade Traduz na sonoridade, quando teus dedos passeiam Madrugadas que clareiam, campos pelechando em flor Chinocas pedindo amor e potros que corcoveiam E quando a cordeona espichas aberta como prá um pialo E o verso sai de a cavalo, sobre a cadência da nota Tua mirada remota se perde coxilha acima Como ...

Licença para um Missioneiro- Pedro Ortaça

Licença para um Missioneiro- Pedro Ortaça

Licença para um Missioneiro- Pedro Ortaça   Abro meu peito cantando, amigos prestem atenção Quem nasceu como eu nasci no berço da tradição Defende a poesia xucra com alma e com devoção Sou gaucho missioneiro e morro pelo meu chão.   Peço licença e entendam meu linguajar de xirú Que as vezes canta solto bem como fa zo nambu E quando arrepia o pelo é pior que touro zebu Alma de guasca trançada com tentos de couro cru.   Quando longe do rio grande, meu velho berço estimado Até parece que ouço de ...

Pedro Ortaça – Queixo Duro

Pedro Ortaça – Queixo Duro

Pedro Ortaça - Queixo Duro "Vou lhes contar de um bochincho no velho Rincão Comprido Não é a Bailanta do Tibúrcio mas é um fato 'assucedido' Prendas lindas, viúvas acesas, querendo arrumar marido Paguei entrada, e entrei, corri os olhos na sala Vi a linda que eu queria perto de um índio de pala Pensei: 'Eu nunca perdi na raia para frango da tua iguala! E o gaiteiro, mui vaqueano, me disse 'Canta um bocado' Era isso o que eu queria, não me farei de rogado 'Pode acarcá uma ...

Pedro Ortaça – De Guerreiro a Payador

Pedro Ortaça – De Guerreiro a Payador

Pedro Ortaça - De Guerreiro a Payador Sou o que os historiadores Procuram lá nas ruínas Mas não sabem os doutores Que esta saga não termina Que ainda restam descendentes Da terra dos sete santos E o passado está presente Em tudo aquilo que canto Não sabem que a esses escombros Ainda sirvo de escora E que carrego no ombros Trezentos anos de história Podem pensar que sou louco Mas eu comprovo na estampa O que hoje somos poucos Os fósseis vivos da pampa Sou filho dos sete povos Tenho sangue de Sepé E tudo que digo eu provo Com ...