Clipes Gauchos

Quarteto Coração de Potro

Quarteto Coração de Potro – Cantilena

Quarteto Coração de Potro – Cantilena

    

IMDB: /10 Votos

Quarteto Coração de Potro - Cantilena Gênero Música Nativista Membros da banda Kiko Goulart, Vitor Amorim, Ricardo Bergha e Maicon Oliveira. Cidade natal Lages Sobre O Quarteto é formado por Kiko Goulart, Vitor Amorim, Ricardo Bergha e Maicon Oliveira. Guitarreiros, cantores e compositores de Lages/SC. Localização atual Lages Influências Folclore Latino Americano

Tocando um Baio por Diante – Quarteto Coração de Potro

Tocando um Baio por Diante – Quarteto Coração de Potro

    

IMDB: /10 Votos

Não facilita morena, Que este baio é redomão. Vem de bocal bem atado E com as rédeas firmes na mão. Apertei um basto novo No cinchão da barrigueira Pra fazer quase seis léguas Desde lá da cordilheira. Ganhei folga é dia santo, Mas vim bem recomendado, Pra voltar segunda cedo Pois tem aparte do gado Apeei lá nas parada, Só pra compor os arreios. Pingo novo pelas pedras Tem que tocar com receio. Cruzei, cruzei mas nem apeei Numa estância macanuda. Se eu não viesse bem montado Eu pedia um pingo de muda. Lá na cruzada, lá na cruzada do ...

Quarteto Coração de Potro – Posadeña linda

Quarteto Coração de Potro – Posadeña linda

    

IMDB: /10 Votos

Y me fui por la bajada vieja Donde un día conocí el amor Y cruce por sus calles de tierra Con el alma llena de ilusión Pero solo me esperaba el río Acariciándome el corazón Río, río, mío, mío Dame sueños dame que quiero soñar. Posadeña linda pequeña flor de Mburucuyá Te llevo en la sangre con tu misterio, tu soledad Vengo de otras tierras, de otros caminos, de otro lugar A buscar tu lumbre, tus ojos claros, tu palpitar. Río, río, mío, mío Dame sueños dame que quiero soñar. Que tienes mi tierra roja Que a ...

O Texto das Reculutas – Quarteto Coração de Potro

O Texto das Reculutas – Quarteto Coração de Potro

O Texto das Reculutas - Quarteto Coração de Potro Meu galponeiro idioma reculatado nos fogões Traz suor dos redomões e respingos de luzeiro A rapidez dos matreiros e o restos de um bailecito Toldado de céu bonito quincha maior dos pampeiros Dos conselheiros de mate tive os poetas maiores E os payadores melhores improvisando inconstâncias Andei com eles distâncias de mil picadas que abri Para o meu canto sorrir na evocação das estâncias Quinchar mangueira empredrada destino do céu que tenho Das tolderias que venho sobrou meu sangue torena E a ...

En El Rancho y La Cambicha – Quarteto Coração de Potro

En El Rancho y La Cambicha – Quarteto Coração de Potro

En El Rancho y La Cambicha - Quarteto Coração de Potro Esta noche que hay baile En el rancho y la cambicha Chamamé de doble paso Tanguedito bailaré Chamamé milongueado al estilo oriental Troteando despacito como bailan los tagües Al compás de la cordeona Bailaré el rasguido-doble Troteando despacito Esto doble chamamé Y esta noche de alegria Con lá dama más mejor En el rancho y la cambicha Al trotesito tanguearé Como esta linda la chanza A-há-há há-há-há Chamaré linda la guaina Para hacer-la suspirar Luciré camisa planche My pañuelo azul celeste Mi bombacha bataraza Que esta noche estrenare Mi sombrero bien aludo Y una flor ...

Quarteto Coração de Potro – Milonga e Baguala

Quarteto Coração de Potro – Milonga e Baguala

Quarteto Coração de Potro - Milonga e Baguala Te sinto baguala, pelo que se apotra, Te vejo milonga na minha encordada, Não sinto e não vejo e pouco me agrada, Quando uma das duas se aparta da outra. Baguala te vejo, de um jeito pampiano, Milonga te sinto por bordão e prima, Se não for assim, me perco da rima, Pois nada me adianta se eu não for vaqueano. Milonga e baguala, viguela e garganta, Na mesma escramuça, parece outra farra, E pela que baila, extraviando as garras, Não creio que alguma, ...