Clipes Gauchos

Relato da Velha Tapera – Nilton Ferreira e Jean Kirchoff

Cantores NativistasFestivais NativistasJean KirchoffNilton Ferreira

IMDB: /10 Votos

Reportar erro

Sou o que resta da velha estância

Guardando o posto de muitas memórias

Mas com pesar lembro o dia em que um baio

Topou com um touro e tornou – se historia

Foi bem assim Cavalo bueno criado na estância

 

Tinha o respeito dos peões e do gado

Touro maleva brasino e orelhano

Não respeitava nenhum alambrado

Naquele dia o embate de campo

Mostrou que a vida é mais do que sorte

 

Provou que o bicho é mais que instinto

Juntando o touro o cavalo e a morte

O touro Bufando as ventas respirava fúria

Ódio vestido de couro brasino

 

Que num trompaço quebrou a cancela

Prestou serviço pra o rude destino

O baio Nunca deu vez a animal desgarrado

Mesmo sentindo o perigo a fio

 

Então sem medo num salto ligeiro

Tomou a frente do touro arredio

A morte Veio na raiva nos olhos do touro

Que se entranhou pelas aspas afiadas

 

E sem piedade cravaram no touro

Deixando a terra de rubro encharcada

Enquanto o baio rinchava de dor

Sangue valente escorria no pêlo

 

Partiu com honra tem alma este bicho

No céu dos pingos foi ser o sinuelo

Naquele dia guardei mais que a imagem

De um cavalo nas aspas fera

Tem mais valor quem enfrenta o destino

Esse é o relato da velha tapera

A vida é assim…

Relato da Velha Tapera – Nilton Ferreira e Jean Kirchoff

No links available
No downloads available

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *










Você poderá gostar

%d blogueiros gostam disto: